A queda na produção petrolífera chinesa, a criação de uma reserva estratégica de petróleo no país e a diminuição da necessidade de importação de crude dos Estados Unidos conduziram a China ao topo dos importadores mundiais de petróleo
Petróleo
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A China ultrapassou os Estados Unidos como principal produtor mundial de crude, segundo revela o World Maritime News com base em dados da Gibson Shipbrokers relativos ao primeiro semestre deste ano. Neste período, a China importou, em média, 8,5 milhões de barris diários, contra 8,12 milhões dos Estados Unidos.

Segundo o jornal, que cita a empresa, a combinação do papel crescente da China no mercado global com o declínio da sua produção doméstica de crude e expansão de refinarias pode constituir um factor positivo na procura por petroleiros ao longo dos próximos anos. No entanto, a manutenção desta tendência está associada a mais factores.

Um deles é o contraste entre a queda de produção chinesa (5,1% nos primeiros seis meses deste ano, segundo dados da Reuters citados pela Gisbon Shipbrokers), que gera maior importação para compensar o declínio, e o aumento de produção de gás de xisto pelos Estados Unidos, revitalizado nos últimos meses, que diminui a necessidade importadora norte-americana.

Outro factor mencionado pelo jornal é a preocupação da China em constituir reservas estratégicas de petróleo. Uma realidade que deverá continuar nos próximos anos, com a perspectiva de aumentar a sua capacidade de refinamento em 2,2 milhões de barris diários até 2020 e que suportará o aumento de importação de crude.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill