O Presidente chinês e o Primeiro-Ministro russo reforçaram recentemente a sua intenção de desenvolver uma rota marítima pelo Árctico, que una o Pacífico ao Atlântico e à Europa pelo norte da Rússia
Passagem do Nordeste
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O Presidente chinês Xi Jinping e o Primeiro-Ministro russo Dmitry Medvedev terão concordado em desenvolver uma «Rota da Seda pelo Gelo» através da Passagem do Nordeste, no Árctico, que os russos designam Rota do Mar do Norte, durante um encontro em Moscovo ocorrido no passado dia 4 de Julho, refere o World Maritime News.

Segundo o jornal, Xi Jinping terá manifestado a esperança de que os dois países possam desenvolver este projecto, que contribuirá para implementar conectividades entre vários portos.

Recorde-se que em Dezembro de 2015, o Primeiro-Ministro chinês Li Keqiange Dmitry Medvedev assinaram um comunicado conjunto no qual previam reforçar a cooperação no desenvolvimento e utilização da Rota do Mar do Norte e na investigação relacionada com a navegação no Árctico.

E, conforme se refere no portal chinês Belt and Silk Road Portal, em Junho deste ano a China publicou um documento oficial, denominado «Visão para uma Cooperação Marítima no Âmbito da Iniciativa Belt and Road», admitindo pela primeira vez uma passagem marítima entre a China e a Europa através do Árctico.

Importa ainda referir que as grandes vias marítimas pelo Árctico envolvem não só a Passagem do Nordeste, que passa maioritariamente junto à costa norte da Rússia e constitui o caminho mais curto até à Europa para muitas regiões chinesas, mas também a Passagem do Noroeste, que é uma via marítima entre o Pacífico e o Atlântico através dos arquipélagos árcticos do Canadá.

Segundo analistas, a navegação entre portos no Norte da China e o Mar do Norte e Mar Báltico através da Passagem do Nordeste é entre 25% e 55% mais curta do que pelas vias marítimas tradicionais e pode favorecer a cooperação sino-russa, bem como valorizar portos situados a norte da China, como Dalian e Tianjin.

Embora a camada de gelo do Árctico continue a diminuir, ainda não é possível manter qualquer das passagens marítimas a norte abertas todo o ano. No entanto, prevendo uma vaga de transporte marítimo na zona, já existem armadores que investem em navios capazes de navegar através do gelo.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill