Financiamento adicional de emergência no valor de 6,48 milhões de euros para alimentos, água, saneamento básico, educação e cultura nas ilhas de Lesvos e Chios
Comissão Europeia
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A Comissão Europeia (CE) atribuiu um financiamento adicional de emergência no valor de 6,48 milhões de euros destinado a melhorar as condições nos centros de acolhimento de migrantes das ilhas gregas de Lesvos (Kara Tepe) e Chios (Souda).

De acordo com a CE, este financiamento permitirá que o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) forneça alimentos, água e apoio sanitário, e ajudará a obter protecção, educação e cultura aos migrantes.

Neste momento, o financiamento de emergência concedido à Grécia e a organizações internacionais que ali operam, para esta finalidade, ascende a 361,62 milhões de euros, que se juntam aos 509,5 milhões de euros disponibilizados ao país ao abrigo de programas nacionais para o período 2014-2020.

A CE também atribuiu um financiamento adicional de emergência à Bulgária, no valor de 1,22 milhões de euros, para apoiar actividades do ACNUR relacionadas com as condições de acolhimento a migrantes e prestação de segurança a refugiados e candidatos a asilo político.

Este apoio faz ascender a 170 milhões de euros a assistência financeira de emergência prestada à Bulgária para apoio aos migrantes e à gestão de fronteiras, a somar aos 91 milhões de euros já disponibilizados ao país ao abrigo de programas nacionais para o período 2014-2020.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. Greenfest

    Setembro 28 - Outubro 1
  2. Logística e Cadeias de Abastecimento

    Outubro 11 @ 9:30 - 18:00
  3. 1ª Feira e Congresso Trabalhar num Navio

    Outubro 19 @ 11:00 - 19:30
  4. MOST Iberia 2017

    Outubro 21 - Outubro 24
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill