Paulo Serra Lopes

Nascido em Lisboa em 1961, licenciou-se em Biologia pela Faculdade de Ciências de Lisboa, ramo de Biologia Marinha. Fez cursos de pós-graduação em Aquacultura em Taiwan – República da China, nos EUA – Hawaii e Texas. Cursou o MBA – Master of Business Administration (mestrado em gestão de empresas), na Universidade Nova de Lisboa. Trabalhou em estudos, projectos e investimentos de aquacultura, bem como assistência técnica aos mesmos para as regiões de Aveiro, Figueira da Foz, Setúbal, Tavira, Olhão, Faro, Portimão e Sagres, como também em Söke – Turquia, em Saidia – Marrocos, em São Tomé e Príncipe e Guiné Bissau. Foi director de projecto do Oceanário de Lisboa, director do Pavilhão dos Oceanos durante a Expo’98 onde continuou como director-geral do Oceanário até 2000. Foi júri do Prémio Milénio Sagres/Expresso na categoria de Oceanografia e foi júri do Prémio do Mar - Rei D. Carlos, atribuído pelo Museu do Mar de Cascais. Foi director técnico do projecto de instalação do aquário “Fluviário de Mora” (2006/2007), considerado o “Melhor Museu de Portugal em 2008”; Constituiu em 2008 com o Atelier Promontório Arquitectos, o Consórcio P+T Projectos, tendo realizado os projectos em Portimão, Coimbra, Portalegre, Bahia (Brasil), Luanda (Angola), etc. É actualmente director da Oceanic Motion, centro de inovação para os Oceanos e administrador-delegado da empresa Aquazor, empresa de aquacultura nos Açores.
Há 01 minutos
A CPLP está na sua plena maturidade e deve apontar para objectivos estratégicos mais ambiciosos e conquistar o seu justo lugar na cena geo-política mundial. Deve ser um organismo de peso internacional e não meramente uma associação dos países da lusofonia. saiba mais
Agosto 9, 2016

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill