O entendimento foi obtido para promover o transporte de cereais e outras mercadorias na rota comercial do Brasil através do Canal do Panamá para destinos do Oceano Pacífico.
Canal do Panamá
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A Autoridade do Canal do Panamá (ACP) assinou, recentemente, um memorando de entendimento (MoU) com o porto de Itaqui, no Brasil, para promover o transporte de cereais e outras mercadorias na rota comercial do Brasil através do canal panamiana rumo a destinos do Oceano Pacífico, segundo o Marine Link.

Itaqui, no Maranhão, é o porto brasileiro mais próximo do Canal do Panamá e tem a infra-estrutura e conectividade necessárias para avançar com este tipo de exportações para a Ásia. Sendo que através deste acordo far-se-ão também actividades conjuntas de marketing, estudos de mercado e troca de informações sobre fluxos comerciais como forma de apoiar programas de modernização e desenvolvimento.

“Com este acordo, o Canal do Panamá pretende promover o uso das eclusas Panamax para o trânsito de cereais provenientes do norte do Brasil e comercializar com os mercados da Ásia”, referiu em comunicado a ACP.

“Estamos ansiosos para estabelecer um relacionamento produtivo enquanto trabalhamos juntos com objectivos mútuos de eficiência e simplificação do comércio global”, referiu o Administrador do Canal do Panamá, Jorge L. Quijano.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. IV Grande Conferência JEM

    Janeiro 22 - Janeiro 23
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill