O orçamento da Câmara Municipal de Sines prevê a possibilidade de conferir prioridade à criação de um Observatório do Mar no concelho
Universidade do Algarve
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A construção de um Observatório do Mar em Sines pode vir a ser uma prioridade da autarquia local em 2018, revelou a agência LUSA no final de Dezembro, com base um comunicado da Câmara Municipal de Sines (CMS).

Segundo vários meios de comunicação, a CMS terá feito o anúncio depois da aprovação do Orçamento da autarquia para este ano, no valor de 32,4 milhões de euros. Entre outros projectos, a CMS pretende também continuar a reabilitação e expansão da Zona Industrial Ligeira 2 e arrancar com a criação de uma linha directa de acesso à zona portuária.

Para a autarquia, segundo palavras de Nuno Mascarenhas, presidente da CMS, citado por vários meios, importa lançar “uma estratégia de desenvolvimento económico e social delineada com o objectivo de promover a contínua e progressiva transformação do município num território cosmopolita, solidário, competitivo e internacional”.

O nosso jornal procurou obter esclarecimentos sobre este projecto junto da autarquia, mas não foi possível o contacto.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill