Este ano, mais de 100 recrutas do Regimento de Sapadores dos Bombeiros de Lisboa treinaram na Escola de Tecnologias Navais
Escola de Tecnologias Navais
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A Marinha recebe hoje, na Escola de Tecnologias Navais (ETNA), uma acção de treino para 27 bombeiros recrutas. Segundo a Marinha, este ano, “já recebeu mais de 100 recrutas do Regimento de Sapadores dos Bombeiros de Lisboa que têm realizado, nos últimos meses, treinos de Combate a Incêndios nos simuladores do Departamento de Limitação de Avarias” da ETNA.

Refere a Marinha que “esta formação dos futuros Bombeiros na Escola de Tecnologias Navais tem como objectivo colocar em prática tudo o que aprenderam durante a formação teórica na Escola do Regimento” e “decorre no âmbito de um protocolo celebrado entre a Câmara Municipal de Lisboa” e a instituição.

Entretanto, desde 10 de Novembro que os fuzileiros da Marinha participam “no exercício anfíbio GRUFLEX-18, organizado pela Armada Espanhola, que contará com a participação de mais de 3.000 militares, 8 navios, 1 submarino, 25 aeronaves e mais de 150 veículos, oriundos de 4 países – Espanha, Estados Unidos da América, Itália e Portugal”.

O exercício realiza-se até 23 de Novembro, “numa primeira fase em águas das ilhas Canárias, nos Campos Militares de Treino de La Isleta e de Pájara, e numa segunda fase no Golfo de Cádis, terminando com a projecção da força de desembarque para o Campo Militar de la Sierra del Retin”, refere a Marinha. Portugal estará representado pela “Força de Fuzileiros nº 1, que integrará o Primer Batallón de Desembarco (BDE-I), embarcando no navio da Armada Espanhola SPS LHD Juan Carlos I (L-61), com 75 militares e 4 viaturas”, esclarece a Marinha.

A instituição explica também que “o «GRUFLEX-18» irá simular uma situação de resposta a crises e uma reacção da força anfíbia no contexto de uma operação expedicionária desenvolvida na costa”, servindo para treinar “diversas capacidades em especial a de projecção do mar para a terra, operações de ajuda humanitária e resposta a situações de crise”.

NOTA: A foto foi retirada do site oficial da Marinha Portuguesa

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. Seminário WavEC 2018

    4 Dezembro, 2018 - 5 Janeiro, 2019
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill