A China procura agregar parceiros no norte de África e Médio Oriente ao seu plano de expansão comercial para ocidente. Egipto e Koweit parecem ser interlocutores privilegiados
Belt and Road
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O Concelho Económico Afro-Asiático (CEAA) pretende promover um projecto destinado a ligar o Egipto e outros países do Norte de África à iniciativa chinesa «Belt and Road», que visa unir a China à África e Europa através de vias marítimas e terrestres da antiga Rota da Seda, referem vários meios de comunicação internacionais.

Segundo responsáveis do CEAA citados nos meios de comunicação, o projecto deverá atrair investimentos estimados entre 1,6 e 3,3 triliões de euros para o Egipto e outros países norte-africanos e poderá reforçar a posição do Egipto como corredor terrestre e de navegação estratégico.

O projecto contribuirá para aumentar a navegação marítima internacional pelo Canal de Suez e contempla a reconstrução de Madinat Al-Hareer (Cidade da Seda), no Koweit. O Governo do Koweit quer tornar o país uma plataforma financeira e comercial e já alocou cerca de 376 mil milhões euros ao projecto, segundo referem meios de comunicação internacionais.

O Egipto também outro importante beneficiário da iniciativa. O país é especialmente citado por responsáveis do CEAA quando se fala em vantagens estratégicas e oportunidades de emprego decorrentes deste projecto, que visa, essencialmente, promover o comércio asiático esta região do globo e tirar partido do Canal de Suez.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill