O objectivo é realizar empréstimos ao sector do transporte marítimo para que este se consigo modificar, tornando-se mais sustentável.
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Alguns bancos líderes de mercado uniram-se, pela primeira vez, para auxiliar o sector do transporte marítimo na redução de emissões de dióxido de carbono. Os bancos preveem empréstimos para que as empresas possam investir em novos navios ou em alterações que os transformem em navios “amigos do ambiente”. 

Segundo o Marine Link, os 11 bancos dispostos, até agora, a participar são: Citigroup, a Societe Generale, o DNB, o ABN Amro, o Amsterdam Trade Bank, o Credit Agricole CIB, o Danish Ship Finance, o Danske Bank, o DVB, o ING e o Nordea. E estes bancos estão a trabalhar com organizações sem fins lucrativos como o Global Maritime Forum, o Rocky Mountain Institute e o UCL Energy Institute da Universidade de Londres de forma a estabelecer uma estrutura para medir a intensidade do carbono. 

Da iniciativa denominada “Princípios de Poseidon”, em cujos bancos definirão uma linha de base para realizar empréstimos, serão inclusivamente publicados resultados de sustentabilidade, através dos dados obtidos pelos bancos. Sendo que a iniciativa já representa um quinto ou cerca de 89 mil milhões de euros do total do portfólio global de financiamento do transporte marítimo. 

“Os bancos têm um enorme papel a desempenhar neste campo porque há cerca de 400 mil milhões de euros em dívidas” concedidas ao sector, explica Paul Taylor, Director Global de navegação e offshore da Societe Generale CIB. 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill