O Banco Europeu de Investimento aprovou 195 milhões de euros para renovação de dois portos italianos, pontos de ligação a importantes destinos como Regiões do Mediterrâneo.
Banco Europeu de Investimento
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O Banco Europeu de Investimento (EIB, sigla em inglês), aprovou a quantia de 195 milhões de euros para melhorar dois portos italianos em Roma e Lazio, nomeadamente os portos de Civitavecchia e Fiumicino, por serem portos cuja localização, sendo central, é o spot principal de passageiros e carga.

Identificados como Motorway of the Sea of the South-West Europe Trans-European Transport Network Corridor (Corredor Marítimo de Sudoeste da Europa de Rede de Transportes Trans-europeia), esses spots representam pontos de ligação a importantes destinos como Regiões do Mediterrâneo, Sicília e Sardenha, sudoeste de França ou norte de África.

O auxílio, que surge no âmbito do plano de investimento anual das Autoridades Portuárias (que investiram 40% do valor total nestes dois projectos), será dirigido para a extensão do porto de Civitavecchia em cerca de 60 quilómetros, juntamente com os serviços portuários náuticos e a construção de um novo acesso rodoviário ao porto, bem como para a construção de um novo porto marítimo para carga e passageiros em Fiumicino, a 20 quilómetros da capital.

Note-se que desde de 2008, o EIB já financiou, com 7,3 mil milhões de euros, 54 projectos relacionados com os portos europeus.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. Seminário WavEC 2018

    4 Dezembro, 2018 - 5 Janeiro, 2019
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill