Competição avançou esta Terça-feira com surfistas portuguesas em "grande plano".
WSL (World Surf League) - QS (campeonato mundial de qualificação)
Tópicos
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

56 heats, três categorias e quase dez horas de surf de alta competição caracterizaram o início dos campeonatos da WSL (World Surf League) – QS (campeonato mundial de qualificação) masculino, com estatuto de 3000 pontos, o QS feminino, com estatuto de 1000 pontos, e o JQS (evento júnior europeu) masculino, na Segunda-feira, no Caparica Surf Fest, que decorre na praia Paraíso, na Costa da Caparica.

Nesta Terça-feira as surfistas portuguesas estiverem em destaque: Carol Henrique foi autora da melhor pontuação total do dia, com 13,40 pontos (em 20 possíveis), Teresa Bonvalot ganhou o seu heat, assim como Camila Kemp e Mafalda Lopes.

No QS masculino, Miguel Blanco venceu o heat com 12,94 pontos, Francisco Almeida, Pedro Coelho, Tomás Fernandes, Nic Von Rupp e Francisco Alves foram eliminados.

Na categoria júnior – Guilherme Ribeiro, Joaquim Chaves e Afonso Antunes qualificam-se para a quarta fase, sendo que se destaca Afonso Antunes por ter sido o melhor surfista no último heat do dia, com 17,6 pontos.

Um dia marcado por vento e chuva e algumas ondas, que aumentaram à tarde, durante a qual na participação portuguesa se destacaram Pedro Coelho e Nic Von Rupp, no QS masculino, ambos qualificados para a terceira ronda, e Concha Balsemão, no QS feminino, apurada para a segunda ronda do QS, tal como Rodrigo Chaves, no QS masculino.

Por competir estão ainda Frederico Morais, Vasco Ribeiro, Teresa Bonvalot e Camilla Kemp, para além de Ethan Ewing, Aritz Aranburu, Pauline Ado e Nadia Erostarbe.

Afonso Antunes


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. Selvagens Ilhas Afortunadas

    Junho 6
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill