O modelo entrará em funcionamento em 2019 e reforçará a competitividade do porto de Sines
APS
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A Administração dos Portos de Sines e do Algarve (APS) e a PSA Sines promoveram ontem uma apresentação do novo modelo de entrega e recolha de mercadorias, por modo rodoviário, a uma audiência com cerca de 50 representantes de empresas transportadoras.

“Este modelo contempla o ordenamento dos acessos ao terminal, nomeadamente no que respeita à sinalização e à criação de zonas de espera para veículos pesados, assim como a melhoria do processo de controlo de identidade e confirmação de autorização de acesso dos motoristas”, referiu a APS.

O modelo entrará em funcionamento em 2019 e permitirá “reduzir os tempos de operação, potenciando uma maior eficiência na alocação e utilização de recursos do terminal e dos transportadores”, contribuindo para melhorar “as condições de competitividade do porto de Sines, visando a melhoria do serviço prestado aos clientes desta infra-estrutura portuária”, referiu a APS.

De acordo com a APS, os contributos dos stakeholders presentes contribuirão “para a implementação de um primeiro projecto-piloto, no qual participarão algumas empresas transportadoras, o concessionário do terminal e as autoridades competentes”. “Numa fase seguinte o modelo poderá ser alargado às outros transportadores e instalações portuárias”, admitiu a APS.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. Seminário WavEC 2018

    4 Dezembro, 2018 - 5 Janeiro, 2019
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill