Findo o prazo das negociações sem acordo assinado, as partes decidiram adiar até 31 deste mês a conclusão do diálogo
Sindicato dos Estivadores e da Actividade Logística
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Apesar de ter confirmado que o dia 12 de Março seria a data limite para a conclusão das negociações sobre a implementação de um contrato colectivo de trabalho (CCT) relativamente aos estivadores do porto de Setúbal, o Sindicato dos Estivadores e Actividade Logística (SEAL) reconheceu que tal finalização não foi possível no prazo previsto.

Em nota publicada no seu blogue «O Estivador», no próprio final do último dia do prazo, o SEAL admitiu isso mesmo e anunciou um acordo para a prorrogação do prazo até ao dia 31 de Março, subscrito pelo sindicato, pela Associação de Operadores Portuários (AOP) e pela Associação dos Agentes de Navegação e Empresas Operadoras Portuárias (ANESUL, que conta entre os associados a SAPEC, a NAVIPOR, a SADOPORT, a OPERESTIVA, a NAVIGOMES, a MAR-E-SADO).

O Jornal de Negócios.com base em “fontes que acompanham o processo negocial”, adiantou ontem que aquilo que divide as partes em negociação “é a atribuição de categorias profissionais ao grupo inicial de 56 trabalhadores precários que foram integrados nos quadros de pessoal das empresas Operestiva e Setulsete”.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill