A necessidade de realizar mais testes foi o motivo adiantado
Dia Europeu do Mar
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O construtor naval alemão Meyer Werft adiou a entrega do AIDANova, o primeiro navio de cruzeiros integralmente movido a gás natural liquefeito (GNL), à AIDA Cruises, sem adiantar a nova data de entrega (que esteve para ser em Novembro), refere o World Maritime News, com base em informação do fabricante germânico.

De acordo com o jornal, o motivo avançado pela Meyer Werft é a necessidade de realizar mais testes a todos os sistemas do navio para garantir um funcionamento tranquilo de uma grande embarcação considerada tecnologicamente complexa. O navio tem 337 metros de comprimento, 42 metros de largura, 180 mil toneladas de peso e pode acomodar 6.600 passageiros.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill