Medida visa reforçar a frota do país e a posição da Arábia Saudita junto da IMO
Bahri
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A National Shipping Company of Saudi Arabia (Bahri) manifestou intenção de mudar o registo de 37 dos seus navios para o pavilhão do país da empresa, ou seja, a Arábia Saudita, até ao final deste ano, refere o World Maritime News.

Dos 37 navios, 32 são navios tanque (very large crude tankers, ou VLCC), com porte (deadweight tonnage) entre 180 mil e 320 mil toneladas, e cinco são cargueiros de médio porte, refere o jornal. Outros 18 navios tanque deverão igualmente vir a ter pavilhão da Arábia Saudita.

De acordo com o jornal, citando a Bahri, a medida decorre do desenvolvimento positivo no sector dos transportes do país e do empenho da Autoridade dos Transportes Públicos da Arábia Saudita em melhorar o sector.

Citando Ibrahim bin Abdul Rahman Al Omar, CEO da Bahri, o jornal refere que a decisão visa reforçar a posição do país na Organização Marítima Internacional (conhecida pela sigla inglesa IMO) e aumentar a dimensão e eficiência da sua frota de marinha mercante.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill