A United Nations Global Compact, em parceria com o Governo da Noruega, lançou um programa a 3 anos para congregar indústria, sociedade civil e Governos em prol da exploração sustentável dos oceanos
RC44 WORLD CHAMPIONSHIP
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A United Nations Global Compact anunciou o lançamento de uma plataforma online para promover um papel activo, por parte do meio empresarial, na “economia do mar e no desenvolvimento sustentável” dos oceanos – Business Action Platform for Oceans. Um programa de três anos cujo objectivo é facilitar a realização do plano de Agenda das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável até 2030 e as suas 17 metas. O Governo da Noruega, como primeiro parceiro, irá auxiliar na criação de uma liderança empresarial focada no crescimento, inovação e sustentabilidade do oceano.

Na comunicação realizada em Oslo, na Noruega, o ministro norueguês dos Transportes e da Indústria, Torbjørn Røe Isaksen, referiu que “a economia dos oceanos é particularmente importante para a Noruega. O nosso oceano é seis vezes maior que a nossa área terrestre. E indústrias como a do petróleo, a pesca e a indústria marítima, empregam 214.000 pessoas no país, e acreditamos que as economias do oceano criarão 40 milhões de empregos globalmente até 2030”.

“Esta nova Business Action Platform for Oceans para os negócios, está desenhada para alavancar a sustentabilidade dos oceanos e adereçar maiores desafios ao Desenvolvimento de Metas Sustentáveis das Nações Unidas. Desde acidificação, ao lixo marinho, e à sobre-pesca, a saúde dos oceanos do mundo é frágil e está sob pressão. Sabemos que a comunidade global poderá ser parte importante na garantia deste recurso crucial e na gestão da sustentabilidade. Este ambicioso plano, destinado a mobilizar o sector privado a inovação, para os investimentos e na formação de parcerias para atingir as Metas Globais através de acções sustentáveis para o oceano”, explicou Lise Kingo, CEO e Director-Executivo da United Nations Global Compact.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill