Um relatório do ReCAAP sobre pirataria e assaltos à mão armada no mar dá conta dos incidentes no último mês e faz o balanço de 2017 entre Janeiro e Outubro
ReCAAP
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Em Outubro, registaram-se nove casos de pirataria marítima na Ásia, mais dois do que no período homólogo de 2016, refere um relatório recente do Regional Cooperation Agreement on Combating Piracy and Armed Robbery against Ships in Asia (ReCAAP), a cooperação inter-governamental contra a pirataria e os assaltos à mão armada na Ásia.

De acordo com o relatório, dois dos nove incidentes foram tentativas falhadas de abordagem, devido à intervenção bem-sucedida das tripulações. Não se verificaram casos de rapto de tripulantes no Mar das Sulu-Celebes e em águas da Sabah Oriental, nem sequestros de navios para roubo de petróleo, mas registou-se um aumento do número de incidentes a bordo de navios em navegação no Estreito de Malaca e Singapura.

Por outro lado, entre Janeiro e Outubro deste ano, o número de incidentes registados foi o mais baixo da última década relativamente a este período, refere o documento.

 

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill